Fruta previne infecção urinária

Fruta previne infecção urinária

Cramberry é uma das mais novas opções para a prevenção da infecção urinária. Pesquisas publicadas no Journal of Urology mostram a comprovação da ação no trato urinário de substância presente na fruta, mostrando uma redução em até 39% na incidência da infecção. Sem produção no Brasil, onde é disponibilizada somente na forma de sucos, gel ou cápsulas, o alimento já tem seu uso recomendado pela Associação Americana de Urologia e pela Sociedade Brasileira de Urologia.

O urologista Lauro Brandina, de Londrina, explica que a fruta nativa da América do Norte tem duas ações básicas. A primeira é repor uma camada presente na bexiga que tem por função repelir as bactérias que causam a infecção. A substância chamada ProAntoCianidina de tipo A, componente exclusivo da fruta, faz com que elas sejam eliminadas pela urina e não causem infecção. ´´A ação antiaderente não deixa a bactéria se fixar´´, ressalta.

A outra ação é melhorar a defesa na região. ´´Geralmente a infecção ocorre não por falta de defesa do organismo, mas por problemas de imunidade localizada´´, afirma. A concentração de vitamina C no suco, por exemplo, é de 60 miligramas em um copo (porção de 200 ml), o que corresponde a 130% dos valores diários de referência.

A cistite, explica o médico, é o nome para um conjunto de sintomas - necessidade urgente de urinar e ardor, principalmente no final da micção, dor ou desconforto na região do abdome e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga. Em alguns casos, o paciente detecta sangue junto com a urina. ´´Os sintomas provocam grande irritabilidade e mal estar, que podem interferir na vida do paciente, inclusive na sexual´´, enfatiza.

Números da Sociedade Brasileira de Urologia, mostram que pelo menos metade das mulheres adultas terão infecção urinária no mínimo uma vez na vida. Nas gestantes, a incidência chega a 20%.

A razão é anatômica: além da proximidade entre a vagina e o ânus, a mulher tem a uretra mais curta. Isso ajuda a causar a mais frequente das cistites (90% dos casos) - a infecciosa. Uma das mais comuns é a originada pela bactéria E.coli, presente nas fezes. Outra forma de contaminação é durante a relação sexual por causa da compressão da uretra contra o púbis, o que facilita as bactérias da vagina alcançarem o interior da uretra e da bexiga. ´´Uma das recomendações para evitar a infecção é urinar após a relação sexual´´, ensina. Mas, apesar da maior frequência entre o sexo feminino, homens também podem ter o problema.

Antes de usar antibiótico por conta própria, atenção ao alerta -o medicamento pode mascarar a real causa da cistite, que nem sempre é infecciosa. A origem do problema podem ser radiações, por um tratamento para câncer de colo de útero, por exemplo. Ou as chamadas cistites intersticiais, que são crônicas, tem difícil diagnóstico e não se sabe exatamente as causas. ´´Usar antibióticos de largo espectro pode levar a uma resistência ao medicamento´´, alerta.


Fonte: FOLHA DE LONDRINA – PR



Outros Artigos

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previ

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previne as rugas

Ler mais

Magnésio Tipos de...

Tipos de mágnésio

Ler mais

KEFIR Os Inúmeros Benefícios do Probiótico

Os Inúmeros Benefícios do Probiótico Kefir    

Ler mais

SiliciuMax

SiliciuMax®

Ler mais

Vitaminas, sua falta, causam Depressão e Transtornos de Humor

Carências Nutricionais que Causam Depressão e Transtornos de Humor  

Ler mais

Vitamina D e depressão

A deficiência de vitamina D e a depressão  

Ler mais