Stilnox- Menor uso Possivel - Veja a Bula

Remédios para dormir são perigosos, e devem ser tomados o menos possível.

Vejo muitos pacientes virem de outros colegas tomando o medicamentode forma contínua há meses.

Veja abaixo a bula do medicamento recomendando seu uso o menos possível .

STILNOX

zolpidem

- Composição
zolpidem (hemitartarato) 10 mg; excipienteq.s.p. 1 comprimido.

Posologia e Administração de Stilnox

duração do tratamento: o mais breve possível, não devendo exceder 4 semanas, incluindo o período de possível redução na dosagem. Em adultos: 2 a 5 dias (insônia ocasional) ou 2 a 3 semanas (insônia transitória). Dosagem: a administração deve ser realizada sempre imediatamente antes de deitar. Em adultos com menos de 65 anos: a posologia deve ser adaptada individualmente, sendo a dose usual de 1 comprimido (10 mg) ao deitar. Em pacientes com mais de 65 anos o tratamento deve ser iniciado com meio comprimido (5 mg) e a dosagem total não deve exceder 1 comprimido de 10 mg. Método para interrupção do tratamento: ver Precauções. Superdosagem: dados disponíveis mostram somente problemas de consciência leves e transitórios, sem depressão cardiorrespiratória (mesmo com altas doses). O prognóstico1 é benigno, na ausência de qualquer associação com outras drogas psicotrópicas. Conduta: transferência para um centro especializado, vigilância dos parâmetros cardiorrespiratórios e possibilidade de lavagem gástrica2.  
- Precauções
a duração do tratamento deve ser definida em função da indicação. O zolpidem usado isoladamente não se constitui em tratamento para a depressão ou ansiedade, podendo mascarar seus sintomas3 (um estado depressivo pode justificar uma terapia antidepressiva). Bebidas alcoólicas são rigorosamente desaconselhadas durante o tratamento com zolpidem. Uso em idosos: ver Posologia. Estudos de farmacologia4 humana e animal não demonstraram efeitos sobre os centros respiratórios; todavia, o uso do zolpidem em pacientes com insuficiência respiratória5 severa deve ser realizado com cautela. Em pacientes com miastenia6, o zolpidem só deve ser empregado sob rigorosa vigilância médica, em função de um possível aumento na fadiga7 muscular. Em presença de insuficiência hepática8, pode ser necessária redução na dosagem. O término do tratamento com zolpidem pode ser feito diretamente quando em condições normais de emprego (dosagem usual e duração limitada a 4 semanas). Contudo, insônia de rebote e sintomas3 de abstinência não podem ser completamente excluídos. O paciente deve ser informado e, caso necessário, interromper o uso do produto progressivamente, com decréscimo ou espaçamento das doses durante diversos dias. Pacientes que dirigem ou operam máquinas devem ser alertados sobre a possibilidade de risco de sonolência com o uso do produto. - Interações medicamentosas: associações a serem evitadas: álcool: intensificação do efeito sedativo. Associações a serem monitoradas cuidadosamente: outros depressores do sistema nervoso9 central: o aumento na depressão central pode ter consequências importantes, particularmente na condução de veículos ou operações de máquinas.  

Reações Adversas de Stilnox

mostram-se relacionadas com a dose e a suscetibilidade individual de cada paciente (em particular idosos), usualmente ocorrendo na hora seguinte à tomada, caso o paciente não vá para a cama e adormeça imediatamente: episódios de confusão, problemas de memória (amnésia anterógrada), problemas de percepção visual (alucinações10 hipnagógicas11), sensação de vertigem12, instabilidade na marcha, agitação noturna, excitação, cefaléias13, pesadelos, sonolência diurna. Mais raramente foram observadas dores abdominais, náuseas14, vômitos15, diarréia16, mal-estar, quedas; insônia com a suspensão do tratamento, erupções cutâneas17, prurido18 e casos excepcionais de dependência.  

- Contra-Indicações
gravidez19, lactação20 e em crianças com menos de 15 anos. - Advertências: o desenvolvimento de farmacodependência não pode ser excluído, com os seguintes fatores podendo favorecer o seu aparecimento: duração do tratamento, dose administrada, associação com outros fármacos (psicotrópicos21, ansiolíticos, hipnóticos), associação com álcool e antecedentes de outras dependências, medicamentosas ou não. Estudos disponíveis até o momento não indicam a existência de insônia de rebote sob condições normais de uso. Embora somente casos excepcionais de abuso tenham sido até então relatados, a experiência de emprego do zolpidem é ainda relativamente limitada, não permitindo uma conclusão definitiva sobre o seu real potencial para farmacodependência. A associação com benzodiazepinas é desnecessária e arriscada, qualquer que seja a indicação (ansiolítica ou indutora do sono), aumentando a possibilidade de dependência. Os pacientes devem ser alertados que a duração do tratamento é limitada, não devendo ultrapassar 4 semanas. Embora estudos clínicos com doses terapêuticas não tenham evidenciado alterações nos processos cognitivos22, a possibilidade de amnésia anterógrada dose-relacionada não pode ser excluída, em particular quando o sono é interrompido (despertar precoce devido a um fator externo) ou quando o ato de recolher-se é retardado após a tomada do produto.  

Indicações de Stilnox

insônia (ocasional, transitória).  

- Apresentação
caixas com 10 e 20 comprimidos sulcados.



Outros Artigos

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previ

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previne as rugas

Ler mais

Magnésio Tipos de...

Tipos de mágnésio

Ler mais

KEFIR Os Inúmeros Benefícios do Probiótico

Os Inúmeros Benefícios do Probiótico Kefir    

Ler mais

SiliciuMax

SiliciuMax®

Ler mais

Vitaminas, sua falta, causam Depressão e Transtornos de Humor

Carências Nutricionais que Causam Depressão e Transtornos de Humor  

Ler mais

Vitamina D e depressão

A deficiência de vitamina D e a depressão  

Ler mais