Vitamina K2 Saude dos Ossos, Arterosclerose

 

Vitamina K2

  • Forma superior de vitamina K
  • Saúde óssea e Cardiovascular
  • Manutenção Circulação Sanguínea Saudável
  • Prevenção e Tratamento de Osteopenia e Osteoporose

 

Vantagens
- Forma mais biodisponível e mais bioativa da vitamina K;
- Vitamina K2 é ideal para o corpo utilizar o cálcio, para construção de ossos fortes, saudáveis e para inibir os depósitos de cálcio nas artérias;
- A maioria das pessoas saudáveis possui deficiência de vitamina K2, é necessário suplementação;
- Consumo de MK-7 está correlacionado com uma saúde cardiovascular melhor;

Descrição
A vitamina K ocorre naturalmente em 2 formas principais: vitamina K1 e vitamina K2.
K1 (filoquinona) derivada de vegetais verdes (brócolis, espinafre e couve) e óleo de soja, enquanto a K2 (família de menaquinonas ou MKs) é de origem bacteriana
A vitamina K1 é obtida a partir de vegetais e é muito pouco absorvida. Apenas de 10-20% atinge a circulação e, como possui um período de meia vida curto apenas uma pequena quantidade é capaz de alcançar as regiões periféricas do organismo. Além disso, a maior parte da vitamina K1 é absorvida pelo fígado para assegurar a coagulação.
Já a vitamina K2 (MK-7), é inicialmente transportada para o fígado, mas também é transportada para os tecidos extra-hepáticos como ossos e sistema circulatório. Principalmente devido à estrutura química de MK-7 que é diferente da vitamina K1, permitindo ser ligada a outras partículas de gordura na circulação. MK-7, assim permanece por mais tempo na circulação.
A vitamina K2 pode também ser produzida no corpo humano por bactérias benéficas que colonizam o intestino. No entanto, a absorção intestinal é mínima, contribuindo pouco para as necessidades do corpo de vitamina K, especialmente para os ossos e artérias. O problema é que as bactérias produtoras de vitamina K2 se colonizam na parte mais baixa do intestino humano, onde os sais biliares, necessários para absorver os nutrientes não estão presentes.
Portanto, a necessidade diária de vitamina K2 tem de ser complementada com fontes alimentares, tais como a coalhada, queijo e outros produtos lácteos fermentados. No entanto, é necessário um consumo extremamente elevado destes alimentos, a fim de se obter uma quantidade suficiente de vitamina K2. A melhor fonte de vitamina K2 é o natto prato tradicional japonês, rico em vitamina K2 de cadeia longa menaquinona-7. Como o natto permanece impopular no mundo ocidental, a suplementação com vitamina K2 adicional é a alternativa ideal.
MK-7 é a forma superior de vitamina K
Todas as vitaminas K são semelhantes em estrutura, mas diferem no comprimento da "cadeia lateral". Quanto maior a cadeia lateral, melhor o efeito e eficiência. Por conseguinte, as menaquinonas de cadeia longa (especialmente MK-7) são os mais desejáveis e como são quase completamente absorvidas (o corpo requer doses pequenas) e permanecem na circulação durante muito tempo. Portanto, a vitamina K2 também está disponível para os tecidos extrahepáticos: ossos, artérias e tecidos moles.
Existem três formas de vitaminas K presentes em suplementos dietéticos; vitamina K1 sintética, sintética menaquinona-4 (MK-4) e naturais de vitamina K2 como menaquinona-7 (MK-7). Estudos demonstram que a vitamina K2 MK-7 é muito mais eficaz em relação a vitamina K1 e MK- 4. Principalmente devido à biodisponibilidade maior (bem absorvida) e bioatividade (tempo de meia-vida).

Por que precisamos de vitamina K?
A vitamina K é conhecida pela sua atividade de coagulação do sangue.
No entanto, reconhece-se agora que a vitamina K2 é ideal para o corpo utilizar o cálcio, a fim de construir os ossos fortes, saudáveis e para inibir os depósitos de cálcio nas artérias.
A vitamina K ativa em certas proteínas do corpo, tais como osteocalcina nos ossos, Matrix Gla Protein (MGP) nas artérias e fatores de coagulação no fígado. Estas proteínas são dependentes de vitamina K, a fim de se ligar à superfície de cálcio dos ossos, inibem os depósitos de cálcio nas artérias e ajudam na coagulação.
A deficiência de vitamina K - e, especialmente, a falta de vitamina K2 - podem resultar no que é conhecido como o "paradoxo do cálcio", no qual muito pouco cálcio permanece nos ossos fracos, enquanto o excesso de cálcio acumula nas artérias, tornando a rígida e não elástica.
Vitamina K2 e exigência para os ossos
A vitamina K2 é necessária, a fim de ativar a osteocalcina - a proteína responsável pela ligação aos íons de cálcio na matriz do osso, tornando os ossos mais fortes. A perda óssea ocorre naturalmente à medida que envelhecemos. No entanto, a resistência óssea e a densidade mineral podem ser melhoradas durante a infância e adolescência, quando o esqueleto cresce mais intensamente.
Crianças possuem o metabolismo ósseo muito maior do que os adultos, o que em outras palavras significa que eles precisam de mais vitamina K2 para construir o tecido ósseo saudável. A falta de vitamina K2 em crianças em crescimento pode ter um efeito multi-aspecto de saúde na idade adulta.
Vitamina K deficiência resulta em resistência óssea diminuída e a densidade mineral reduzida.
Vitamina K2 requisito para a saúde cardiovascular
Uma ingestão adequada de vitamina K2 influencia positivamente o sistema cardiovascular. A vitamina K2 ativa Matrix Gla Protein (MGP), inibe a deposição de cálcio a partir da parede dos vasos. O cálcio é removido num sistema coordenado desativado: fatores solúveis, células e tecidos, mantendo as artérias saudáveis e flexíveis. No entanto, a deficiência de vitamina K resulta em undercarboxylation - ou ativação inadequada - e prejudica a função normal deste processo de remoção. Assim, a deficiência de vitamina K2-indica um maior risco de calcificação arterial.

Calcificação arterial
A quantidade de calcificação arterial é um indicador da sua saúde cardiovascular. Em outras palavras, muito cálcio nas artérias pode adicionar anos à idade biológica.
Calcificação aumenta a rigidez e fragilidade, impedindo o fluxo de sangue saudável para o coração.

Dosagem / Posologia
45 mcg/ dia para manter os ossos saudáveis e a saúde cardiovascular, antes das refeições.

Interações medicamentosas
Não associar a anticoagulantes.

Referências

Booth SL, Suttie JW. O consumo alimentar e adequação de vitaminas K. J Nutr. 1998; 128 (5):785-8.
Van Summeren M, L Braam, Noirt F, Kuis W, Vermeer elevação C. Pronunciado de osteocalcinaundercarboxylated em crianças saudáveis. Pediatr Res. 2007; 61 (3) :366-70.
Conly JM et ai. A absorção e bioactividade de menaquinonas bacterianamente sintetizados.
Clin Invest Med. 1993 fevereiro; 16 (1) :45-57
Shaw LJ, Raggi P, Berman DS, Callister TQ. Cálcio da artéria coronária como uma medida da idade biológica. Aterosclerose. 2006; 188 (1) :112-9

 



Outros Artigos

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previ

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previne as rugas

Ler mais

Magnésio Tipos de...

Tipos de mágnésio

Ler mais

KEFIR Os Inúmeros Benefícios do Probiótico

Os Inúmeros Benefícios do Probiótico Kefir    

Ler mais

SiliciuMax

SiliciuMax®

Ler mais

Vitaminas, sua falta, causam Depressão e Transtornos de Humor

Carências Nutricionais que Causam Depressão e Transtornos de Humor  

Ler mais

Vitamina D e depressão

A deficiência de vitamina D e a depressão  

Ler mais