Terapias e Tratamento

Devemos sempre olhar para um Ser Humano de uma forma Integral no seu universo biopsicofisiológico.

Como clínico geral, procuro tratar a pessoa como um Todo, dando grande ênfase ao seu lado psicossomático, pois é da forma como pensamos, vivemos, é que somos...

O mais importante na maioria das doenças, é analisar e compreender suas causas, e ajudar o paciente a produzir uma mudança integral na forma de viver, pois do contrário os fatores desencadeantes persistem, levando o organismo a um ponto de desequilíbrio que ele entrará em colapso.

Todos os dias estamos sujeitos às mais variadas agressões, as quais ocasionam um desgaste orgânico, que se inicia no momento do nascimento e só termina com a Morte.

As fases da vida, desde a concepção ao nascimento, a adolescência, a vida adulta e a velhice são fases desse processo que são mais, ou menos, desgastantes, devido a uma série de fatores do dia a dia, como o stress, alimentação inadequada, falta de tempo para tudo, qualidade de vida, relacionamento familiar, sedentarismo, dificuldades econômicas e até as energias que nos rodeiam ( radiação eletromagnética, telúrica, geomagnéticas, etc)

Os sintomas desse declínio são na maioria das vezes quase imperceptíveis, e passam gradualmente a serem mais significativos, as vezes em graus alarmantes.

Podemos observar no nosso quotidiano, as variações das pessoas no que tange a idade cronológica e a idade aparente que chamamos de idade biológica.

Vemos pessoas jovens cronologicamente com aspecto velho biologicamente( envelhecidas, cansadas, depressivas, sem animo, e vitalidade).

Vemos também o inverso onde temos pessoas com idade cronológica alta, mas biologicamente se apresentam joviais, animadas e com vitalidade.

Tenho o exemplo de meu pai que sempre usou esses princípios e trabalhou como médico até seus 94 anos.

Há a diminuição da vitalidade, a predisposição a doenças, gripes constantes, desanimo, alergias, queda dos cabelos, doenças degenerativas e as inquietantes rugas.

Uma mudança coordenada no tipo de vida, uma melhora da alimentação, modificação de hábitos sedentários, medicação adequada, complementação vitamínica e mineral e a inclusão de técnicas de meditação, relaxamento e visualização podem ajudá-lo a se manter com saúde ou voltar a possuí-la ...

Hipnose, segundo a atual definição é um estado de consciência que envolve atenção focada e consciência periférica reduzida, caracterizado por uma maior capacidade de resposta à sugestão.[1] É um estado mental (teorias de estado) ou um tipo de comportamento (teorias de não-estado) usualmente induzidos por um procedimento conhecido como indução hipnótica, o qual é geralmente composto de uma série de instruções preliminares e sugestões. O uso da hipnose com propósitos terapêuticos é conhecido como "hipnoterapia".

As pessoas que são hipnotizadas costumam relatar alterações de consciência, anestesia, analgesia, obedecendo e realizando os atos mais variados e extremos sob este pretenso estado.

O termo "hipnose" (grego hipnos = sono + latim osis = ação ou processo) deve o seu nome ao médico e pesquisador britânicoJames Braid (1795-1860), que o introduziu pois acreditou tratar-se de uma espécie de sono induzido (Hipnos era também o nome do deus grego do sono). Quando tal equívoco foi reconhecido, o termo já estava consagrado, e permaneceu nos usos científico e popular.

Contudo, deve ficar claro que hipnose não é uma espécie ou forma de sono. Os dois estados de consciência são claramente distintos e a tecnologia moderna pode comprová-lo de inúmeras formas, inclusive pelos achados eletroencefalográficos de ambos, que mostram ondas cerebrais de formas, frequências e padrões distintos para cada caso. O estado hipnótico é também chamado transe hipnótico

 

Estimulação Magnética Transcraniana

A Estimulação Magnética Transcraniana repetitiva (EMTr) é um tratamento capaz de gerar mudanças controladas nos neurônios de regiões específicas do cérebro, ativando-os ou inibindo-os, de acordo com o objetivo terapêutico. É uma técnica inovadora para o tratamento da depressão e outras doenças psiquiátricas.

O objetivo da EMTr é estimular ou inibir áreas específicas do cérebro, relacionadas à depressão, esquizofrenia e outras doenças. A estimulação é feita por meio de pulsos magnéticos, semelhantes aos utilizados nos aparelhos de ressonância magnética, que induzem correntes eletromagnéticas diretamente para o cérebro.

O tratamento consiste em uma série de sessões em que o paciente recebe os estímulos. O número de sessões é determinado pelo médico que avalia cada caso e prescreve as sessôes segundo protocolos aprovados pelo Conselho Federal de Medicina, e o equipamento usado é certificado pela Anvisa.

A técnica não é invasiva e quase não apresenta efeitos colaterais, o paciente pode voltar para casa dirigindo após as sessões, sem ter nenhum comprometimento de suas habilidades motoras ou cognitivas .

 

 

A MEDICINA ORTOMOLECULAR é um termo que surgiu em 1960 com o laureado duas vezes com o PRÊMIO NOBEL

LINUS PAULING ,e a mesma consiste na administração de MEGADOSES de SAIS MINERAIS,VITAMINAS, e PRODUTOS ANTIOXIDANTES, ou seja medicamentos que diminuam os processos degenerativos do organismo, e consequentemente a manutenção da juventude e a saúde. E uma alternativa isenta de efeitos colaterais no tratamento dessas persistentes doenças , e um poderoso instrumento de prevenção.

Já em 1948 em Michigan um grupo de médicos que tratava pacientes intoxicados com CHUMBO, com infusões endovenosas de Ácido Etil Diamino Tetracético (EDTA) observaram que seus pacientes tinham uma nítida melhora dos sintomas relacionados a ARTERIOSCLEROSE e DOENÇAS DEGENERATIVAS.

Nas últimas décadas tivemos profundas mudanças no estilo de vida e alimentação das pessoas que vivem principalmente nas grandes capitais, com um enorme acréscimo de CONSERVANTES, ESTABILIZANTES E PRODUTOS QUÍMICOS dos mais diversos que são consumidos em nossa alimentação e ainda com a piora da qualidade do solo, quanto a nutrição de microelementos das folhas, e consequentemente grandes deficiências de sais minerais, sem falar da forma de preparo dos alimentos que "MATAM" as vitaminas que se tornam cada vez mais escassas na DIETA BÁSICA.

O aumento das TENSÕES e ANGÚSTIAS do dia a dia nos levam a quadros de DEPRESSÃO,ANGÚSTIA,DESÂNIMO,ESQUECIMENTO,TONTURAS,GRIPES DE REPETIÇÃO E DOENÇAS DEGENERATIVAS como ARTRITE,ARTROSE,DIABETIS,HIPERTENSÃO ARTERIOSCLEROSE DEMÊNCIA E CÂNCER.

Homeopatia é uma técnica terapêutica, que visa segundo o Hanheman equilibrar a energia vital do corpo usando a teoria dos semelhantes.

Homeopatia é uma técnica terapêutica, que visa segundo o Hanheman equilibrar a energia vital do corpo usando a teoria dos semelhantes.

Utilizo muito a acupuntura auricular, ( é feita exclusivamente no pavilhão auricular)

Para um direcionamento diagnóstico, e como um auxiliar no tratamento das mais diversas patologias. Usando detetores eletrônicos é possível encontrar os Meridianos em desequilíbrio, e com o uso de esferas de ouro, laser, ou micro agulhas podemos ajudá-los e reencontrar seu equilíbrio , sem dor ou infeções , mas de maneira rápida e eficaz.

Fazemos reaplicações periódicas para a manutenção do equilibrio Yin/ Yang o que promove a saúde fisica e mental.

É um movimento que surgiu nos Estados Unidos na década de 1970 e que começou a ser organizado com mais rigor na década de 1980, quando entrou para as faculdades de medicina. Hoje, existem 44 universidades americanas ligadas à pratica, que traz uma visão mais holística da pessoa no seu todo: corpo, mente e espírito. O que buscamos é oferecer uma assistência com informação e terapias que vão além da medicina convencional para ajudá-la a se conectar com a promoção de saúde. Eu não tenho a menor dúvida de que a medicina convencional é extremamente efetiva em se tratando de doença, mas saúde não é apenas ausência de doença.

Que terapias são essas?

 Sistemas tradicionais como a medicina chinesa e indiana nos oferecem uma gama de alternativas, como acupuntura, reiki, yoga, entre outras, que trabalham a energia do nosso corpo, estimulando uma reação aos sintomas das doenças. A ideia desse movimento não é excluir nada, mas juntar tudo e mostrar que a pessoa é detentora da capacidade de cura da própria doença. Isso é uma mudança de paradigma, porque a possibilidade de voltar ao estado saudável não é algo dado à pessoa, mas é algo inato a ela.