O passo-a-passo para o bom equilíbrio mental

 

O passo-a-passo para o bom equilíbrio mental
por Elisa Kozasa

Afinal, quais são os elementos que contribuem para o equilíbrio mental? 

Pesquisadores de diferentes áreas têm realizado esta pergunta nos últimos anos. Ao invés de focalizar na doença ou desequilíbrio emocional, alguns grupos de cientistas estão estudando quais são os elementos que trazem equilíbrio para o indivíduo e bem-estar. 

Existe um movimento na Psicologia conhecido como Psicologia Positiva por exemplo, cujo foco é estudar as características positivas da personalidade e que podem contribuir para a saúde emocional das pessoas.

Em um artigo publicado na American Psychologist, Alan Wallace, fundador doSanta Barbara Institute for Consciousness Studies e Shauna Shapiro, professora da Santa Clara University, descrevem os fatores que podem contribuir para o equilíbrio mental, recorrendo ao conhecimento do budismo e da psicologia ocidental.

Os quatro passos para o bom equilíbrio mental

1º passo: equilíbrio conativo

Para esses autores o primeiro passo está no cultivo do equilíbrio conativo. A conação se refere à faculdade da intenção ou volição - ação de scolher ou decidir. Uma deficiência na conação pode ser característica de um indivíduo desmotivado, que não consegue sustentar uma intenção específica e necessária para atingir um objetivo. Reconhecer e sustentar motivações corretas fazem parte desse primeiro passo.

2º passo: equilíbrio atencional

O segundo passo consiste no equilíbrio atencional. A sustentação da atenção é fundamental para alcançar a saúde mental e ótima performance em qualquer tipo de atividade que seja cheia de significados. Hiperatividade e agitação atrapalham esse equilíbrio e conduzem à distração.

3º passo: equilíbrio cognitivo

O equilíbrio cognitivo é o próximo passo. Ele se relaciona à capacidade de interagir com o meio, sem impor conceitos preconcebidos e apreender de maneira correta os eventos à sua volta, sem erros de interpretação. Isso depende de se estar calmo e claramente presente com a experiência, momento a momento.

4º passo: equilíbrio afetivo

O equilíbrio afetivo é uma consequência natural dos equilíbrios conativo, atencional e cognitivo. Consiste em estar liberto de excessiva flutuação emocional, apatia emocional ou emoções inapropriadas. O cultivo do equilíbrio afetivo corresponde à habilidade de controle emocional.

Não é uma tarefa simples conquistar um verdadeiro equilíbrio mental, mas este modelo nos auxilia a refletir em que ponto talvez estejamos tendo dificuldades na tentativa de atingir este equilíbrio que reflete-se, dentre outros fatores, em nosso bem-estar. 



Outros Artigos

Omega 3 e Ansiedade

Ácidos graxos ômega-3 alteram gravidade dos sintomas de ansiedade, publicado pelo JAMA Psychiatry quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Ler mais

Sucupira Cuidado

Ler mais

Dieta de Atkins

Dieta Atkins - como fazer e alimentos permitidos

Ler mais

Dieta Low Carb

Como fazer a Dieta Low Carb

Ler mais

Minerais e sua importancia

MINERAIS QUELATOS MINERAL DE ALTA ABSORÇÃO     Também chamados de minerais orgânicos, minerais quelatados ou mineral amino&

Ler mais

Zinco e imunidade

Efeito do zinco aminoácido quelato e sulfato de zinco na incidência de infecção respiratória e diarreia em

Ler mais