Cardiopatas podem usar drogas contra os problemas de ereção

Homens que já sofreram infarto ou derrame ou portadores de doenças cardiovasculares podem usar os medicamentos mais populares contra impotência, tipo Viagra (inibidor da fosfodiesterase), desde que não estejam fazendo tratamento com nitratos (remédios indicados no tratamento de angina).

"O paciente deve saber desse risco, e é importante a interação entre urologista e cardiologista em um tratamento desse tipo", diz o urologista Mario Paranhos, assistente-doutor do grupo de medicina sexual da Universidade de São Paulo.

O risco de combinar os dois tipos de remédio se deve ao fato de que tanto os inibidores da fosfodiesterase quanto os nitratos produzem vasodilatação e podem levar à queda de pressão arterial. Em alguns pacientes, isso pode ser fatal.

Segundo os especialistas, não foram observados efeitos colaterais importantes na combinação entre drogas contra a impotência e medicamentos para o tratamento da hipertensão arterial (como betabloqueadores, inibidores de enzima conversora ou diuréticos).

A outra contraindicação ao uso desses remédios para tratar impotência é a existência de retinite pigmentosa, doença visual bastante rara. (GC)
Fonte: FOLHA DE SÃO PAULO - SP



Outros Artigos

Coenzima Q-10

Coenzima Q-10   Introdução: A Coenzima Q-10, também denominada Ubidecarenona, é uma benzoquinona presente em praticamente todas a

Ler mais

ILIB Laser... Irradiação sanguinea para a saúde

ILIB O que é ? Intravasculas Laser Irradiation of Blood ou ILIB &eacu

Ler mais

Hipnose Clinica

Hipnose Clinica Hipnose é um

Ler mais

Metformina como Preventivo de Doenças Degenerativas

Metformina HCL em Pentravan   Introdução: As doenças relacionadas ao envelhecimento estão entre as principais causas de morte em

Ler mais

A Aspirina é Perigosa e Não Deve ser Usada – Atenção! Aumenta o Risco de Cancer

A Aspirina é Perigosa e Não Deve ser Usada – Atenção! Aumenta o Risco de Cancer (Notí

Ler mais

Ovários Policísticos: informação para combater medicalização!

Ovários Policísticos: informação para combater medicalização! Eu: “como posso te ajudar?” Mulh

Ler mais