Enxaqueca e a alimentação

Enxaqueca e a alimentação

Cada vez existem mais estudos que relacionam a ocorrência de enxaquecas (dores de cabeça) com a alimentação. Alguns alimentos podem provocar dores de cabeça enquanto outros podem prevenir ou mesmo tratá-las.
Por exemplo, por vezes o café pode fazer parar uma dor de cabeça e alimentos ricos em magnésio, cálcio, hidratos de carbono complexos e fibras têm sido usados para curar enxaquecas. Alguns estudos indicam que o gengibre – a especiaria que comummente usamos na culinária – pode ajudar a prevenir e a tratar enxaquecas, com a vantagem de não ter os efeitos secundários dos medicamentos químicos. A matricária é também um excelente remédio natural para as enxaquecas.

Uma enxaqueca não é simplesmente uma enorme dor de cabeça. Tem um padrão característico, geralmente envolvendo só um dos lados da cabeça. É uma dor latejante forte, diferente de uma dor branda e constante, muitas vezes acompanhada de náuseas, vómitos e sensibilidade à luz e aos sons.
De qualquer forma, se as dores de cabeça fortes são uma novidade para si, o melhor será mesmo consultar um médico.
Diversos estudos têm vindo a demonstrar a eficácia de dietas - apropriadas na redução e tratamento de enxaquecas, em crianças, adolescentes e adultos.


Alimentos à prova de dor
Os alimentos à prova de dor praticamente nunca contribuem para dores de cabeça ou outras condições dolorosas. Estes incluem:
- Arroz, principalmente integral.
- Vegetais de cor verde cozinhados, tais como brócolos, espinafres, repolho ou acelga.
- Vegetais cor-de-laranja cozinhados, tais como cenouras ou batata doce.
- Vegetais de cor amarela cozinhados, tais como abóbora.
- Frutos não ácidos cozinhados ou secos: cerejas, arandos, pêras, ameixas (mas não frutas ácidas, tais como maçãs, bananas, pêssegos ou tomates).
- Água: água simples ou em formas carbonadas são boas. Outras bebidas - mesmo infusões de ervas – podem provocar uma enxaqueca.
Condimentos: quantidades moderadas de sal, xarope de ácer, e extracto de baunilha são geralmente bem tolerados. 


O que normalmente provoca uma enxaqueca
Há coisas que muitas vezes provocam enxaquecas em pessoas mais sensíveis. Tal como a sensibilidade a alimentos se pode manifestar por comichão na pele, as pessoas que sofrem de enxaquecas têm reacções ao nível dos vasos sanguíneos e nervos. De seguida, apresentamos uma lista dos 12 alimentos que mais comummente provocam acessos de dores de cabeça nas pessoas sensíveis, por ordem de importância:
- Lacticínios (inclui leite de vaca magro ou gordo, leite de cabra, queijo, iogurte, etc);
- Chocolate;
- Ovos;
- Frutas ácidas;
- Carne (inclui carne de vaca, porco, galinha, peru, peixe, etc)
- Trigo (pão, massas, etc);
- Frutos de casca rija ou amendoins;
- Tomates;
- Cebolas;
- Milho;
- Maçãs;
- Bananas.

Algumas bebidas ou aditivos também estão entre os piores a provocar dores de cabeça, incluindo bebidas alcoólicas (especialmente vinho tinto), bebidas com cafeína (café, chás e colas), glutamato monosódico, aspartame e nitritos.
Outros alimentos que não constam desta lista também podem provocar acessos de enxaquecas; por isso não estão completamente acima de qualquer suspeita, embora sejam menos prováveis. 


Confirme os alimentos que provocam enxaquecas
Se as mudanças da sua dieta alimentar ajudaram a melhorar ou diminuir a frequência das suas dores de cabeça, o passo seguinte é confirmar quais os alimentos que as provocavam. Para fazer isto, basta introduzir, um de cada vez, os alimentos que tinham sido eliminados, de dois em dois dias, para ver se surgem as dores de cabeça outra vez. 
Comece pelo último da lista e vá subindo até aos alimentos mais arriscados, podendo saltar aqueles pelos quais não se interessa. Se desejar, pode depois passar às bebidas e aditivos referidos.
Quando fizer isto, tenha quantidades generosas de cada alimento que vai reintroduzir, para ter a certeza de que lhe causa sintomas. Se não sentir diferenças, pode mantê-lo na sua dieta. Qualquer coisa que lhe provoque uma dor de cabeça deve ser eliminado outra vez. Depois, passada uma semana mais ou menos, experimente o alimento de que suspeita novamente, para confirmação. Mantenha a sua dieta simples, para detectar facilmente o efeito de cada novo alimento.
A carne (e peixe), lacticínios, e ovos devem ser deixados fora do seu prato permanentemente. Para além de serem os piores alimentos a desencadear acessos de dores de cabeça, também perturbam o seu equilíbrio hormonal natural, o que contribui para as enxaquecas.
O colesterol que contêm, as gorduras e as proteínas de origem animal estão ligados a problemas graves de saúde incluindo doenças cardiovasculares (coração), tensão arterial alta, osteoporose e cancros da mama, próstata e cólon, por isso não precisa de trazer esses alimentos que só lhe causam problemas de volta ao seu prato.


Procurar outros alimentos fora da lista
Se, passadas duas semanas de alteração na sua dieta, não notar nenhuma redução nas suas dores de cabeça, o passo seguinte será o de procurar outros alimentos que não estejam na lista dos piores doze e que lhe possam estar a provocar os sintomas. Isto acontece de vez em quando e, de facto, há pessoas que são sensíveis a vários tipos de alimentos. 
Aqui estão algumas dicas para o ajudar a identificar os culpados:
- Os alimentos que lhe causaram um acesso de dores de cabeça foram comidos geralmente 3 a 6 horas antes.
- Os alimentos que causam dores de cabeça podem ser aqueles de que mais gosta ou pelos quais costuma ter apetites. Podem ser os de que menos suspeita.
- Às vezes a dor de cabeça só surge depois de se ingerir uma grande quantidade do alimento culpado, talvez após ingeri-lo durante vários dias. 
- Se for afectado por vários alimentos, o facto de eliminar só um pode não fazer nenhuma diferença. Isto às vezes leva as pessoas a achar que os alimentos não são o problema.
- Pode descobrir que talvez possa comer uma quantidade pequena do alimento culpado sem isso lhe provocar sintomas e só uma grande quantidade ingerida lhe venha a causar dores de cabeça.
- A sua tolerância pode variar em diferentes alturas. Por exemplo, uma mulher pode normalmente ser capaz de comer uma caixa de chocolates sem problemas mas, à medida em que se aproxima do período menstrual, um simples quadrado de chocolate desencadeia uma enxaqueca. A razão, presumivelmente, está no facto de as mudanças hormonais que ocorrem naturalmente ao longo do mês afectarem a sua sensibilidade. 
- As causas das enxaquecas podem mudar ao longo do tempo. 
- O seu médico pode pedir-lhe análises clínicas especiais para detectar a sua sensibilidade a alimentos. Podem ser bastante caros mas são mais rápidos a detectar o que lhe causa as enxaquecas. De mencionar que os testes de sensibilidade de pele não servem para detectar o que lhe causa dores de cabeça.


Num acesso de dores de cabeça
- Apesar da cafeína poder provocar enxaquecas, nalguns casos pode também funcionar como tratamento. A dose é uma a duas chávenas de café aos primeiros sinais de dor de cabeça.
- Coma alimentos ricos em amido, como o arroz, batatas, crackers ou pão. Sim, os alimentos ricos em trigo podem provocar enxaquecas em algumas pessoas, mas se o seu organismo o tolerar, podem ajudar. Algumas pessoas inclusivamente sentem necessidade de comer alimentos ricos em amido quando têm dores de cabeça e comer tostas, crackers, massas, batatas e outros alimentos ricos em amidos reduz as suas dores de cabeça ou náuseas e pode mesmo diminuir a duração dos sintomas. Guie-se pela sua experiência para saber se isto funciona consigo.
- Gengibre fresco em pó, 500 a 600 miligramas (cerca de ¼ de colher de chá), num copo de água pode ajudar. Repita, se necessário, durante várias horas, até um máximo de 2 gramas por dia.
- O cálcio pode ajudar a tratar ou prevenir enxaquecas. No entanto, evite a tentação de ir buscar o cálcio aos lacticínios (leite, iogurte) ou outra fonte de origem animal. Estes causam mais prejuízos que benefícios. 
- Deite-se num sítio sossegado e escuro e durma, se puder. Use compressas frias ou quentes e massage os vasos sanguíneos das têmporas (lado da testa, a cerca de dois dedos dos olhos)
- A acupunctura e outros tratamentos naturais também se mostraram úteis para algumas pessoas. 



Referências:
http://www.pcrm.org/health/prevmed/migraine.html 

Copyright Centro Vegetariano. Reprodução permitida desde que indicando o endereço: http://www.centrovegetariano.org/Article-506-As%2Benxaquecas%2Be%2Ba%2Balimenta%25E7%25E3o.html

 



Outros Artigos

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previ

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previne as rugas

Ler mais

Magnésio Tipos de...

Tipos de mágnésio

Ler mais

KEFIR Os Inúmeros Benefícios do Probiótico

Os Inúmeros Benefícios do Probiótico Kefir    

Ler mais

SiliciuMax

SiliciuMax®

Ler mais

Vitaminas, sua falta, causam Depressão e Transtornos de Humor

Carências Nutricionais que Causam Depressão e Transtornos de Humor  

Ler mais

Vitamina D e depressão

A deficiência de vitamina D e a depressão  

Ler mais