Antibióticos

Antibióticos

Os antibióticos são medicamentos que combatem a infecção por bactérias. Eles não ajudam contra infecções virais como a papeira, rubéola, gripe ou o resfriado comum. Nem todos os antibióticos são eficazes contra todas as infecções por bactérias. Os antibióticos com a mesma composição química são da mesma família. É importante conhecer as famílias de antibióticos por duas razões:

  1. Os antibióticos da mesma família podem frequentemente tratar os mesmos problemas. Isso significa que você pode usar um medicamento diferente da mesma família.
  2. Se você é alérgico a um antibiótico de uma família, você também pode ser alérgico aos outros antibióticos da mesma família. Isto significa que você terá que tomar um medicamento de outra família em seu lugar.

Antibióticos devem ser usados num curso completo. Parar antes de completar os dias de tratamento, mesmo que se sinta melhor, pode fazer com que a infecção volte de forma grave que é mais difícil de tratar.

Ampicilina e amoxicilina


A ampicilina e amoxicilina são penicilinas de amplo espectro, o que significa que elas matam uma variada gama de bactérias. As duas são muitas vezes intercambiáveis. Quando você vê uma recomendação para ampicilina neste livro, muitas vezes você pode usar a amoxicilina em seu lugar, na dose correcta (veja abaixo).

A ampicilina e amoxicilina são muito seguras e são especialmente úteis para bebês e crianças pequenas. Quando combinada com outros antibióticos, a ampicilina é útil no tratamento das úlceras e peritonite.

Efeitos adversos

Ambos os medicamentos, mas especialmente ampicilina, tendem a causar náuseas e diarreia. Evite dar a pessoas que têm diarreia, se pode dar um outro antibiótico em seu lugar.

O outro efeito adverso comum é a erupção cutânea. Manchas elevadas pruriginosas, que aparecem e desaparecem, em poucas horas são provavelmente um sinal de alergia à penicilina. Pare de dar o medicamento imediatamente e não dê à pessoa um antibiótico da família da penicilina novamente. Reações alérgicas futuras podem ser mais graves e até mesmo fatais. Em alguns problemas, a eritromicina pode ser usada em seu lugar. A erupção plana que se parece ao sarampo, e geralmente começa uma semana após o início do medicamento e leva dias para desaparecer, não é necessariamente uma alergia. Mas é impossível ter a certeza se a erupção é provocada por alergia ou não, por isso é geralmente melhor parar o medicamento. 

Importante

A resistência a estes medicamentos é cada vez mais comum. Dependendo de onde você mora, eles podem não ser mais eficazes contra Staphylococcus, Shigella, ou outras infecções.

Como usar

Abaixo listamos as doses de amoxicilina a administrar, e da ampicilina a administrar por via oral e por injecção. Sempre que possível, dê amoxicilina por via oral. Use ampicilina por injeção para doenças graves, ou quando alguém tem vômitos ou não consegue engolir.

Tal como acontece com os outros antibióticos, há um período de tempo durante o qual devemos dar estes medicamentos. Continue a tomar o medicamento até que todos os sinais de infecção (incluindo febre) tenham desaparecido por pelo menos 24 horas. Para as pessoas com HIV/SIDA, dê o antibiótico durante o total de dias indicados. Da mesma forma, existe uma dose ou seja quanto dar de cada vez. Em geral, dê a dose mais baixa para uma pessoa mais magra ou para uma infecção ligeira, e a dose mais elevada para as pessoas mais gordas ou com infecção grave.

Amoxicilina (Oral) 
Dar 45 a 50 mg por kg por dia, dividida em 2 doses. Se não pode pesar a pessoa, a dose por idade é:
Menores de 3 meses: dar 125 mg, 2 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
3 meses a 3 anos: dar 250 mg, 2 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
4 a 7 anos: dar 375 mg, 2 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
8 a 12 anos: dar 500 mg, 2 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
Maiores de 12 anos: dar 500 a 875 mg, 2 vezes por dia, durante 7 a 10 dias.

Continue a dar amoxicilina até que todos os sinais de infecção tenham desaparecido por pelo menos, 24 horas.

Ampicilina (Oral)
Dar 50 a 100 mg por kg por dia, dividida em 4 doses. Se não pode pesar a pessoa, a dose por idade é: 
Menores de 1 ano: dar 100 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.
1 a 3 anos: dar 125 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.
4 a 7 anos: dar 250 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias. 
8 a 12 anos: dar 375 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.
Maiores de 12 anos: dar 500 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.

Continue a dar ampicilina até que todos os sinais de infecção tenham desaparecido por pelo menos, 24 horas.

Ampicilina (Injecção)
A ampicilina pode também ser administrada por injecção, mas deverá ser injectada apenas na doença grave, ou quando a pessoa tem vómitos ou não consegue engolir.

Injectar 100 a 200 mg por kg por dia, dividida em 4 doses. Se não pode pesar a pessoa, a dose por idade é: 
Menores de 1 ano: Injectar 100, 4 vezes por dia durante 7 dias.
1 a 5 anos: injectar 300 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.
6 a 12 anos: injectar 625 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.
Maiores de 12 anos: injectar 875 mg, 4 vezes por dia durante 7 dias.

Eritromicina


A eritromicina actua na maioria das infecções em que a penicilina é eficaz, e pode ser utilizada por aqueles que são alérgicos à penicilina. Em muitas infecções, também pode ser usada em vez da tetraciclina.

Efeitos adversos

Eritromicina frequentemente causa náusea e diarreia, especialmente em crianças. Não use por mais de duas semanas, pois pode causar icterícia.

Como usar
Dê 30 a 50 mg por kg por dia, divididas em 2 a 4 doses por dia. Dê durante 7 a 10 dias, ou até 24 horas após todos os sinais de infecção terem desaparecido. Se não pode pesar a pessoa, a dose por idade é: 
Recém-nascidos: dar 65 mg, 2 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
Menores de 3 anos: dar 125 mg, 3 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
3 a 7 anos: dar 250 mg, 3 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
Mais de 8 anos: dê 250 a 500 mg, 4 vezes por dia durante 7 a 10 dias.

Nas infecções graves, dê o dobro da dose acima referida.

Na cólera (nos locais onde a eritromicina é eficaz contra a cólera): Dê as doses acima indicadas durante 3 dias.

Tetraciclina e doxiciclina


A tetraciclina e a doxiciclina são antibióticos de amplo espectro eficazes contra muitas bactérias. Elas são eficazes quando administradas por via oral (provocam muita dor quando injetadas, de modo que não devem ser administradas dessa forma). Actualmente há muita resistência a estes medicamentos, quanto eram, mas ainda são úteis para combater algumas infecções.

A doxiciclina e a tetraciclina podem ser utilizadas de forma intercambiável. Mas, a doxiciclina é geralmente melhor porque se administra em menos tomas diárias e provoca menos efeitos adversos.

Efeitos adversos

Azia, dores de estômago, diarreia e infecções fúngicas são comuns.

Importante
  • As mulheres grávidas não devem tomar estes medicamentos, pois eles podem causar danos ou manchar os dentes e os ossos do bebê. Pela mesma razão, as crianças menores de 8 anos devem usá-los somente quando não há outro antibiótico eficaz, e apenas por curtos períodos. Você pode utilizar eritromicina em vez de tetraciclina ou doxiciclina.
  • Não utilizar tetraciclina ou doxiciclina antiga ou após ter vencido o seu prazo de validade.
  • Algumas pessoas podem desenvolver erupção cutânea ou ter facilmente queimaduras, se passarem demasido tempo ao sol enquanto tomam estes medicamentos, portanto, afaste-se do sol ou use um chapéu grande.
Como usar

TETRACICLINA
Evite leite, comprimidos de ferro e antiácidos duas horas antes ou depois de tomar tetraciclina. Eles vão fazer com que o medicamento seja menos eficaz.

Para a maioria das infecções
Dê 25 a 50 mg por kg por dia, dividida em 4 doses por dia. Ou a dose por idade:
8 a 12 anos: dar 125 mg, 4 vezes por dia durante 7 a 10 dias.
Mais de 12 anos: dar 250 mg, 4 vezes por dia durante 7 a 10 dias.

Na cólera (nos locais onde a tetraciclina é eficaz contra a cólera)
8 a 12 anos: dar 250 mg, 4 vezes por dia durante 3 dias.
Mais de 12 anos: dar 500 mg, 4 vezes por dia durante 3 dias.

DOXICICLINA
A doxiciclina é tomada uma vez ou 2 vezes por dia (em vez de 4 vezes por dia, como a tetraciclina). Para as infecções graves, dê 2 vezes por dia. Para a maioria das infecções, dê à primeira dose de doxiciclina, seguida 12 horas depois da segunda dose. Dê a terceira dose 24 horas após a segunda. Em seguida, continue a dar uma vez por dia. Por exemplo, se você tiver dado a primeira dose segunda-feira a noite, em seguida, dê a segunda dose na terça-feira de manhã. A terceira dose será na quarta-feira, a quarta dose será na quinta-feira de manhã, e assim por diante.

Dê 2 mg por kg, em cada dose, mas não dê mais do que 100 mg por dose, ou 200 mg por dia. Ou a dose por idade: 
8 a 12 anos: dê 50 mg por dose, durante 7 a 10 dias.
Mais de 12 anos: dê 100 mg por dose durante 7 a 10 dias.

 

Na cólera (nos locais onde a doxiciclina é eficaz contra a cólera)
Dê 6 mg por kg, em dose única. Ou a dose por idade:
8 a 12 anos: dê 150 mg, em dose única.
Mais de 12 anos: dê 300 mg, em dose única.

Metronidazol


O metronidazol é utilizado para tratar infecções intestinais causadas por amebas, giardia, e certas bactérias.

Efeitos adversos

Náuseas, cólicas e diarreia são comuns. Tomar metronidazol com os alimentos pode ajudar. Às vezes provoca um sabor metálico na boca ou dor de cabeça.

Importante

Não utilizar nos primeiros 3 meses de gravidez. Isso pode causar defeitos congênitos. Além disso, evite dar metronidazol mais tarde na gravidez e durante a amamentação a menos que seja o único medicamento eficaz e seja realmente necessário. Não beba bebidas alcoólicas enquanto estiver a tomar metronidazol ou até 2 dias depois de terminar de tomá-lo. Beber álcool enquanto toma metronidazol provoca náuseas. Não use metronidazol, se tem problemas do fígado.

Como usar

Para a maioria dos problemas, dê uma dose elevada deste medicamento durante 3 dias, ou uma dose mais baixa durante 5 a 10 dias. As mulheres grávidas devem evitar os tratamentos com dose elevada.

Para giardia
Dê 15 mg por kg por dia, divididas em 2 ou 3 doses por dia, durante 5 a 7 dias. Ou a dose por idade:
Menores de 3 anos: dê 62 mg (¼ de um comprimido de 250 mg), 2 vezes por dia durante 5 dias.
3 a 7 anos: dê 62 mg, 3 vezes por dia durante 5 dias.
8 a 12 anos: dê 125 mg, 3 vezes por dia durante 5 a 7 dias.
Mais de 12 anos: dê 250 mg, 3 vezes por dia durante 5 a 7 dias. OU
Dê 2 gramas, em dose única diária durante 3 dias.
Para disenteria amebiana
Dê 30 mg por kg por dia, dividida em 3 doses por dia, durante 8 a 10 dias. Ou a dose por idade:
Menores de 3 anos: dê 62 mg (¼ de um comprimido de 250 mg), 3 vezes por dia, durante 8 a 10 dias.
3 a 7 anos: dê 125 mg, 3 vezes por dia, durante 8 a 10 dias.
8 a 12 anos: dê 250 mg, 3 vezes por dia durante 8 a 10 dias.
Mais de 12 anos: dê 500 a 750 mg, 3 vezes por dia, durante 8 a 10 dias.
Após a última dose de metronidazol, tomar furoato diloxanida.
Para peritonite ou apendicite
Dê juntamente com outros antibióticos.  Clique aqui.
Para úlcera

Ciprofloxacina


A ciprofloxacina é um antibiótico de largo espectro da família das quinolonas. Ela actua contra um grande número de infecções da pele, ossos, tracto digestivo e trato urinário (bexiga). Em muitas partes do mundo há resistência à ciprofloxacina, por isso use apenas contra as infecções para as quais é recomendada especificamente na sua área. Não é um bom antibiótico para crianças.

Efeitos adversos

Náuseas, vómitos, diarreia, dor de cabeça, tontura, erupção cutânea, ou infecções fúngicas.

Importante

Não use se estiver grávida ou a amamentar. Não tomar com produtos lácteos.

Raramente, a ciprofloxacina danifica os tendões. Com excepção de algumas situações específicas, não deve ser administrada a crianças menores de 16 anos porque os tendões ainda estão em desenvolvimento. Se você tem dor na barriga da perna ao tomar ciprofloxacina, pare de toma-la imediatamente.

Como usar
Para a maioria das infecções
Dê 250-750 mg, 2 vezes por dia, até 24 horas após sinais de infecção desaparecerem.
Para shigella
Dê 500 mg, 2 vezes por dia durante 3 dias.
Para cólera (nos locais onde a ciprofloxacina é eficaz contra a cólera)
Dê 1 grama (1000 mg), em dose única.
Para apendicite ou peritonite

Ceftriaxona


A ceftriaxona é um antibiótico forte usado contra infecções graves e nas infecções resistentes à penicilina. Use ceftriaxona apenas para tratar infecções específicas para as quais se recomenda na sua área. Isso ajudará a evitar a resistência e a manter este medicamento útil.

Efeitos adversos

A injecção pode ser dolorosa. Misture com lidocaína a 1%, se sabe como faze-lo.

Importante

Não dê a um bebê com menos de 1 semana. Não use se houver icterícia.

Como usar

A ceftriaxona não pode ser administrada por via oral. Quando injectar, coloque a agulha profundamente no músculo.

Para infecção grave
As doses são diferentes, dependendo da infecção, mas, em geral, pode-se injectar 50 a 100 mg por kg, em crianças, e 1-4 gramas, em adultos, uma ou 2 vezes por dia.

Para shigella
Injectar 50 mg por kg, em dose única diária durante 5 dias. Ou se não pode pesar a pessoa, a dose por idade é:
1 semana a 3 anos: injectar 250 mg, em dose única diária durante 5 dias.
3 a 7 anos: injectar 500 mg, em dose única diária durante 5 dias.
8 a 12 anos: injectar de 1000 mg, em dose única diária durante 5 dias.
Mais de 12 anos: injetar 1 a 2 gramas, em dose única diária durante 5 dias.

 



Outros Artigos

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previ

Astaxantina: alguns a chamam de o melhor antioxidante do mundo – protege os olhos, o cérebro e previne as rugas

Ler mais

Magnésio Tipos de...

Tipos de mágnésio

Ler mais

KEFIR Os Inúmeros Benefícios do Probiótico

Os Inúmeros Benefícios do Probiótico Kefir    

Ler mais

SiliciuMax

SiliciuMax®

Ler mais

Vitaminas, sua falta, causam Depressão e Transtornos de Humor

Carências Nutricionais que Causam Depressão e Transtornos de Humor  

Ler mais

Vitamina D e depressão

A deficiência de vitamina D e a depressão  

Ler mais