Medicamentos contra a calvície podem causar impotência?



O mecanismo de ação e os efeitos adversos da finasterida no organismo ocorrem porque ela diminui a transformação da testosterona em outra substância, a dihidrotestosterona-DHT. A DTH é 30 vezes mais potente do que a testosterona, fazendo com que a sua concentração sanguínea, e principalmente a intracelular, diminuam bastante, deixando de estimular receptores androgênicos tanto na próstata como nos folículos pilosos.

A sua ação na próstata impede o crescimento e a multiplicação das células prostáticas, diminuindo assim o seu tamanho; já no folículo piloso, impede a miniaturização dos pêlos até a sua atrofia, cujo resultado final é a calvície. Com isso, os pêlos que ainda não atrofiaram podem voltar a crescer.

Com o uso da finasterida, independente se o problema tratado é na próstata ou a calvície, pode ocorrer diminuição da libido, que é o desejo sexual; mas isso nada tem a ver com a impotência sexual, que é a incapacidade de ter e/ou manter ereção suficiente para a realização do ato sexual.

A diminuição da libido acontece em um número reduzido de pacientes, cerca de 2%. A literatura mostra que em pesquisas com pacientes que tomaram placebo (substância sem nenhum efeito medicamentoso) no lugar da finasterida, 1,5% destes também apresentaram diminuição da libido, evidenciando que este efeito pode ter origem psicológica.

Vale esclarecer que qualquer que seja o efeito adverso que o paciente possa apresentar, este desaparece totalmente com a interrupção do uso da medicação.

Por isso, é muito importante que o paciente informe ao seu urologista caso estiver fazendo uso do medicamento, pois a finasterida diminui em torno de 50% os valores sanguíneos do Antígeno Prostático Específico-PSA. O PSA é um marcador importante usado na investigação diagnóstica preventiva do câncer da próstata, podendo mascarar a presença de um tumor em estágio inicial.

Assim, é fundamental que o uso da finasterida seja precedida e prescrita após uma avaliação médica cuidadosa.

Mitos e Verdades

- Mito: a finasterida causa impotência sexual

- Verdade: a finasterida pode causar diminuição da libido

Edison Henrique Vannuchi, urologista
Fonte: FOLHA DE LONDRINA – PR



Outros Artigos

Som Bineural Arrastamento de Ondas Cerebrais Sons Puros

Esse aasunto é de extrema importancia e deve ser  USADO , PRATICADO , TODOS OS DIAS ...

Ler mais

Sons Bineurais Equilibre sua Mente , Ajude seu tratamento ... Sons Especiais

Ouvir música é uma experi&eci

Ler mais

Consulta médica Vs Exames e Laboratório

Ler mais

Oxigenoterapia + ILIB +Ozonioterapia Auricular = Saúde Força e Equilibrio

Oxigenoterapia + ILIB +Ozonioterapia Auricular =  Saúde Força e Equilibrio Existem várias variações para a aplicação

Ler mais

Suplemento de cálcio aumenta risco de ataque cardíaco, diz estudo.

Suplemento de cálcio aumenta risco de ataque cardíaco, diz estudo.

Ler mais

Terapia de Modulação Hormonal

Terapia de Modulação Hormonal Hormô

Ler mais